Coleção da Família - Douglas Wilson

Código: PRTH4AL5Q Marca:
Ops! Esse produto encontra-se indisponível.
Deixe seu e-mail que avisaremos quando chegar.

Reformando o Casamento

A  F O N T E  D E S T E  A R O M A é o relacionamento entre marido e esposa. Muitos podem simular a obediência aos padrões de Deus, cumprindo-os de modo
meramente externo. O que não podemos simular é a fragrância inconfundível que resulta de agradarmos a Deus. Eis porque casamentos piedosos procedem de
corações obedientes, e o maior desejo de um coração obediente é a glória de Deus, não a felicidade doméstica.

Muitos livros sobre casamento oferecem listas e métodos de como melhorar os relacionamentos, sem compreender que a questão real é sempre o coração. Em
Reformando o casamento, Douglas Wilson ensina os casais a cultivar um lar amoroso, resolver os conflitos sem demora e evitar querelas, fugir de problemas como a síndrome do cara legal e da armadilha de exteriorizar tentações. Em suma, ele apresenta uma teologia prática do casamento que tem implicações em todas as áreas, desde o sexo e a administração das finanças, até o ato largar as meias na sala.

 

O Marido Federal

O que é o pensamento federal e o que é um marido federal?


O PENSAMENTO FEDERAL é estranho à mente moderna. O termo federal passou a significar simplesmente “centralizado” ou “grande”. Visto que o governo federal tem se tornado cada vez mais antipactual, não surpreende o fato que o significado original da palavra tenha se perdido. Mas, o pensamento federal é a “espinha dorsal” da teologia protestante histórica; e a Igreja precisa recuperar a compreensão pactual da liderança federal. Igualmente, o marido deve liderar a sua família, assumindo a responsabilidade por ela, como um líder pactual — como um marido federal.

 

 

O fruto de suas mãos

O respeito e a mulher cristã    

 

A mulher de hoje é ingênua. Ela se tornou cativa das mentiras promulgadas pelo mundo moderno e sucumbiu de muitas formas à mentalidade humanista. A mulher moderna foi, como Eva, enganada e conduzida por suas próprias paixões para longe do domínio e das responsabilidades que recebeu de Deus. Sobrecarregada de pecados — descontentamento e inveja —, lhe foi prometida liberdade e felicidade se ela simplesmente abandonasse seu âmbito de domínio — o lar —, e negligenciasse suas responsabilidades — marido e filhos. Como a mulher cristã que se dedica a servir a Deus em seu lar pode resistir a tudo isso? Mulheres, devemos decidir ser obedientes à Palavra de Deus não importa o que ela diga, sem concessões. É isso que significa ser uma mulher da Palavra. Devemos buscar aquilo que a Bíblia ensina sobre casamento, filhos, homens e mulheres e seus papéis, e então obedecer sem rodeios, não importa o quanto custe. Isso é cristianismo radical? Não. É cristianismo básico.  “A mulher que escreveu este livro convive com um ogro há quase quarenta anos e possui muita sabedoria prática. Nada posso fazer de melhor além de recomendar este livro para as mulheres cristãs que refletem sobre como podem ser auxiliadoras piedosas do próprio marido neste alto chamado.”

– Douglas Wilson

 

A mulher de hoje é ingênua. Ela se tornou cativa das mentiras promulgadas pelo mundo moderno e sucumbiu à mentalidade humanista. A mulher moderna foi, do mesmo modo que Eva, enganada e conduzida por suas próprias paixões para longe do domínio e das responsabilidades que recebeu de Deus. Tomada pelo descontentamento foi iludida pelas falsas promessas de liberdade e felicidade se ela simplesmente abandonasse seu âmbito de domínio — o lar —, e negligenciasse suas responsabilidades — marido e filhos. Mas, de que maneira a mulher cristã que se dedica a servir a Deus em seu lar pode resistir a tudo isso? Buscando aquilo que a Bíblia ensina sobre casamento, filhos, homens e mulheres e seus respectivos papéis, e então obedecer sem rodeios, não importa o quanto custe. Isso é cristianismo radical? Não. É cristianismo básico. “Nancy Wilson descreve o papel e a responsabilidade da mulher Cristã de uma forma simples e direta. Num mundo que vem progressivamente abandonando a verdade de Deus quanto ao casamento e à família, as verdades e princípios bíblicos expostos neste livro servem como um chamado radical, encorajando a mulher Cristã a abraçar quem ela é em Cristo.”

— Kenneth Wieske Instituto João Calvino, Recife-PE, Brasil.  

 

Sobre a autora

NANCY WILSON é dona de casa e esposa do pastor Douglas Wilson autor de Reformando o casamento, Fidelidade O marido federal, todos publicados pela Editora CLIRE. Ela escreve uma coluna para mulheres na revista "Credenda / Agenda". Nancy tem três filhos adultos e um montão de netos. Imagine onde a igreja estaria hoje se os homens que a integram fossem respeitados como deveriam por suas esposas. Que poder Deus não derramaria através de homens piedosos que fossem respeitados em casa? Esposa, em vez de focar nos problemas e falhas do seu marido, olhe para o que você mesma deveria estar fazendo. Lemos nos Cânticos de Salomão: “Qual a macieira entre as árvores do bosque, tal é o meu amado entre os jovens”. Então, qual a sua perspectiva quando olha para o seu esposo? É uma perspectiva bíblica ou tem a ver com todas aquelas mentiras modernas que nos cercam?  

 

Futuros Homens

Douglas Wilson

QUANDO THEODORE ROOSEVELT ensinou por um tempo na escola dominical, um garoto apareceu com um olho roxo. Ele admitiu que tinha brigado, e que tinha sido num domingo. Ele contou ao futuro presidente que um garoto grandalhão estava beliscando sua irmã, e por isso eles brigaram. Roosevelt disse que ele havia agido perfeitamente bem e lhe deu um dólar. O reverendo achou que aquilo era um pouco demais, então dispensaram o destemido professor
de escola dominical.

A incredulidade não consegue olhar para além da superfície. A incredulidade reprime; a fé ensina. A fé chama o garoto de lado, e lhe diz que parte daquilo que ele fez foi bom, embora outra parte tenha atrapalhado. “Então, eis o que você deve fazer da próxima vez”...

À medida que crescem, os garotos têm de lidar com uma porção de problemas diferentes. Em Futuros Homens, Douglas Wilson começa com um chamado aos pais, e então trata da importância de assuntos tais como dedicação aos estudos e esportes, o respeito pelas garotas, o desenvolvimento de uma noção profunda de trabalho ético, evitar as armadilhas do dinheiro, combater os ídolos e pecados secretos. Este livro lança os padrões bíblicos de masculinidade sobre todas as fronteiras da vida de um garoto.

 

Fidelidade

Como ser marido de uma só mulher

200 páginas, papel creme especial para leitura

Destinado a homens, Fidelidade bate firme, oferecendo auxílio bíblico específico e acurado para homens cristãos de todas as idades e contextos. Usando uma linguagem clara, Wilson foca em pecados específicos com soluções específicas, mostrando como a negligência efeminada conduz à pornografia, como ser seduzido é falhar em liderar, como a masturbação é uma péssima teologia, e como não estar contente torna os homens infiéis. Wilson não só expõe nosso pecado, mas também nos ensina uma visão robusta e bíblica da sexualidade, reforçando uma masculinidade centrada na graça e que é autodisciplinada e forte, em vez de permissiva e hipócrita.

Este livro foi escrito para homens e seus filhos. Sugiro que as esposas o leiam somente quando seu marido lhes der para ler, e não o contrário. Logo na introdução menciona-se a questão do “linguajar direto” — e isso significa, em parte, a rejeição de eufemismos. Parte do que é dito aqui pode ser ofensivo para algumas mulheres cristãs, mas o objetivo certamente não é ofender. O objetivo é fornecer ajuda bíblica e específica para homens cristãos.

SUMÁRIO

Introdução

Capítulo 1: Um rude instrumento

Capítulo 2: Cobiça e pornografia

Capítulo 3: Fornicação

Capítulo 4: Adultério

Capítulo 5: Divórcio

Capítulo 6: Prostituição

Capítulo 7: Estupro

Capítulo 8: Poligamia

Capítulo 9: Sodomia

Capítulo 10: Masturbação

Capítulo 11: Celibato

Capítulo 12: Sexo após a ressurreição?

Capítulo 13: Soluções sexuais

Capítulo 14: De sua carne e de seus ossos

Apêndice A: Perguntas e respostas

Apêndice B: Glória sexual

Índice de Referências Bíblicas

 

Sua Filha em Casamento - Douglas Wilson

Cortejo bíblico no mundo moderno.

 

 

Mas, por que acreditamos que você deveria ter e estudar este livro?

 

1 - Crise nos relacionamentos atuais.

Em nosso mundo moderno, homens e mulheres são preparados para se dessensibilizarem de modo que possam sair mais facilmente de um relacionamento para outro. Frequentemente isso envolve fazer e quebrar o voto de casamento. Sair de um relacionamento para outro tem se tornado um “passatempo nacional”. As pessoas começam muito cedo no namoro recreativo e, apesar dos alertas, muitos desses namoros levam a um relacionamento sexual precoce.

 

Nesse aspecto, o padrão de comportamento entre os jovens cristãos não é muito diferente do mundo. Uma vez que a igreja adotou amplamente o modelo de namoro mundano, os muros de proteção designados por Deus para os nossos filhos desmoronaram.

 

O modelo de namoro recreativo ruiu; é tempo de retornar ao padrão de união bíblica. Há muitas consequências destrutivas — de ordem emocional, sexual e espiritual — para os que não adotam o modelo de namoro ou cortejo bíblico. O propósito deste livro é definir, defender, e descrever como funciona um cortejo ou namoro bíblico.

 

2 - Os princípios bíblicos

No cortejo bíblico, a autoridade prática e ativa do pai sobre tal processo é plenamente reconhecida e apreciada. No modelo moderno de namoro recreativo, a autoridade do pai é tratada como uma piada. O desrespeito que os filhos têm para com os pais nessa área é simplesmente um eco do desrespeito que os pais têm por seu próprio ofício. Então, quando um pai procura verificar por si mesmo a piedade de um pretendente de sua filha, ele não está sendo intrometido.

 

No modelo de cortejo bíblico, a pureza sexual da filha é protegida pelo pai. Ele é seu guardião permanente. Esse ofício recebeu de Deus. No modelo moderno de namoro recreativo, alguns graus de atividade sexual são esperados, desde que não se chegue “até o fim”, e o responsável por definir esses limites é o próprio casal — o que geralmente significa que a mulher é quem carrega o peso da responsabilidade. Espera-se que ela diga não, se quiser deter os procedimentos eróticos do namorado, enquanto o sujeito geralmente espera conseguir tudo o que puder.

 

Pais, não irriteis os vossos filhos, para que não fiquem desanimados” (Cl 3.21). Essas palavras do apóstolo é uma prescrição geral para o pai. Se um pai desobedece a essa ordem, ainda assim, após alguns anos, sua filha será uma linda mulher e os rapazes irão rodeá-la. Para infortúnio da moça, de repente, o pai quer assumir a responsabilidade sobre todo esse negócio de cortejo... É possível que a filha pense: “Ah, que ótimo. Ele arruína minha vida, e agora quer estragar minha única chance de me mandar daqui?”.

 

Veja também este vídeo os sobre os princípios bíblicos para o namoro!

Produtos relacionados

Sobre a loja

Site da Editora CLIRE. Agora mais fácil de usar e sempre com promoções incríveis.

Pague com
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Centro de Literatura Reformada - CNPJ: 05.456.119/0001-97 © Todos os direitos reservados. 2020